Vestidos retrô e saias godê voltam para trazer feminilidade ao look

Peças que fizeram a cabeça das mais lindas mulheres na década de 1950 voltaram para invadir o guarda-roupa das antenadas e descoladas, no século 21. São peças clássicas e conceituais, que realçam as curvas das mulheres.
Inspirada nos moldes das décadas de 1940 a 1960, a nova coleção da estilista Luiza Pannunzio, disponível no e-shop Fractal.D, reúne peças diferenciadas, que fazem uma releitura atual dos modelos da época. “Confeccionamos peças feitas para mulheres que trabalham, cuidam de suas famílias e afazeres da casa, equilibrando todas essas funções, sem perder a feminilidade”, ressalta a estilista.
Dentre os diferentes modelos que compõe a coleção, Luiza destaca as peças que, segundo ela, são verdadeiros curingas, como as saias godê. Famosa na década de 1950, devido ao New Look de Dior, o modelo foi popularizado entre as roqueiras, até tornar-se um clássico que nunca sai de moda. “Elas caem, como uma luva, em todos os tipos de corpo. A saia pode ser utilizada em eventos mais sofisticados ou no dia a dia de trabalho. Tudo vai depender dos acessórios e calçados para compor o look”, explica a estilista.
Outro destaque da nova coleção são os vestidos retrô. Inspirados nos figurinos de meados do século passado, as peças trazem leveza e modernidade ao look, com um toque de romantismo. “Incrivelmente femininos, os vestidos retrô podem ser utilizados em qualquer ocasião”, diz Luiza.