“UFC Combate” (16/11/14): Fabrício Werdum enfrenta Mark Hunt

https://www.youtube.com/watch?v=FHkUwblfNCg

Parecia que ia dar a zebra. O neozelandês Mark Hunt estava preciso, golpeando com violência, e havia impedido que Fabricio Werdum levasse a luta ao lugar onde teria maior vantagem, o solo. Todavia, o lutador brasileiro “tirou um coelho da cartola” e surpreendeu ao acertar uma joelhada que levou o “Super Samoano” à lona, aos 2m27s do segundo round.

O nocaute técnico deu a Werdum a vitória no evento principal do UFC 180 e o cinturão interino dos pesos-pesados da organização, devolvendo o Brasil ao topo da divisão mais importante do MMA.
– Estou muito feliz de estar aqui, estou aqui há dois meses.

Os mexicanos me tratam muito bem. Esta vai para a Júlia, a Joana e a Karina, minha família e minha equipe. Sabemos que respeito muitíssimo Mark Hunt, ele me pegou forte, mas estou aqui há dois meses para ganhar este cinturão – disse um emocionado Fabricio Werdum, o 12º brasileiro a se sagrar campeão do UFC e o terceiro entre os pesados, após Rodrigo Minotauro, campeão interino como ele, e Junior Cigano.
Para se sagrar campeão absoluto da divisão, porém, Werdum terá de passar por Cain Velásquez, campeão linear, que deveria enfrentá-lo na luta principal do evento, o primeiro do UFC a ser realizado no México na história. Americano com raízes mexicanas, Velásquez era ovacionado a cada vez que aparecia no telão, e o brasileiro disse que ainda quer enfrentá-lo.
– Sei que todos respeitam o Velasquez, eu também o respeito. Quero que ele se recupere da lesão no joelho e que esta luta aconteça aqui na Cidade do México – afirmou Werdum.

Fabrício Werdum x Mark Hunt (Foto: Getty Images)

Fabrício Werdum x Mark Hunt (Foto: Getty Images)