“Two and a Half Men”: Série chega ao fim e Ashton Kutcher se despede

Na noite dessa quinta-feira (19), uma das séries mais antigas, famosas e cheia de polêmicas da televisão americana vai se despedir de vez do seu fiel público. Infelizmente para os fãs ao redor do mundo, “Two and a Half Men” exibe na noite desta quinta (19) seu último episódio da temporada final e promete muitas surpresas e até mesmo lágrimas!

O  ator Ashton Kutcher usou as redes sociais para se despedir do seriado, mas, principalmente, de seu colega de cena: John Cryer. “Obrigado Sr. Cryer por fazer com que este trabalho nunca parecesse um emprego. Vou sentir falta de trabalhar com você todos os dias. Você é um verdadeiro parceiro em todos os sentidos da palavra. Em quatro anos, eu nunca ouvi você reclamar e nunca ouvi você falar mal de outra pessoa, mesmo que eles se aproveitassem de sua bondade e generosidade. Você é um cavalheiro. Você é um talento. Você é alguém que eu admiro”, escreveu na legenda de uma foto com John.

Charlie Sheen viveu Charlie Harper de 2003 a 2011, quando foi demitido pela Warner Bros. Desde a saída do ator, a série foi perdendo público. A média de espectadores de 2014 foi de 9 milhões – metade da média do episódio de estreia. Nos últimos anos, as notícias externas, como as polêmicas do ator Charlie Sheen e os desabafos do ator Angus T. Jones, que vivia o garoto Jake, repercurtiram mais que a própria trama. Uma das exceções foi o beijo gay dos personagens Alan Harper (Jon Cryer) e Walden Schmidt (Ashton Kutcher) no segundo episódio da última temporada, principalmente por se tratar de uma produção taxada por alguns de machista.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação