“Two And a Half Men” chega ao fim com ironia e sem o retorno de Charlie Sheen

Após doze temporadas de muito sucesso, se consagrando como uma das séries de comédia mais bem sucedidas da história, “Two And a Half Men” chegou ao fim na noite desta quinta-feira (19) nos Estados Unidos.

Contrariando as especulações, o ator Charlie Sheen não voltou ao seriado para fazer sua participação final. Apesar da clara referência ao personagem Charlie Harper no título e nas cenas, o ator preferiu não aparecer no programa, por não concordar com alguns termos.

O ator, um paciente em reabilitação, foi convidado a voltar como “um guerreiro ninja de Marte”, que fala sobre o abuso de drogas e em seguida morre, atingido por um piano. “Sabíamos muito bem que existia esse desejo (entre os fãs) de vê-lo, mas não funcionou”, disse Lorre à revista Entertainment Weekly.

Sheen, de 49 anos, que protagoniza a adaptação para a emissora FX do filme “Anger Management”, deu a última palavra em sua conta no Twitter. “Eu vou onde estiver o amor”, postou para seus 11,4 milhões de seguidores.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação