SP: Equipe da Record é assaltada após reportagem

Famoso por suas reportagens e por seu jeito popular de ser, o repórter Alexandre Piqui (foto), que trabalha para a Record Litoral, não deixou de ser vítima dos criminosos, mesmo em horário de trabalho, por conta de sua carisma.

De acordo com relato divulgado pelo próprio em sua fanpage, Piqui afirma que estava com sua equipe de reportagem em direção a Guarujá, cidade do litoral paulista, para fazer uma reportagem sobre um caminhão que estava abandonado e tinha combinado com um morador para relatar o caso. Chegando lá, a equipe não encontrou ninguém e, sem sucesso, resolveu voltar quando foi abordado por um grupo com seis meliantes, que levaram pertences, além do jornalista, também do cinegrafista Luiz Henrique Nunes Júnior que foi o primeiro a ser assaltado, logo Piqui e o auxiliar Claudio Renato Freitas também são abordados e têm seus bens levados além dos bens da emissora e todo o material de gravação, que foram furtados.

Ao retornar para o carro, seis criminosos, no qual pareciam todos menores de idade, abordam o operador de câmera Luiz. Dele roubam o equipamento de gravação, uma aliança e um celular. […] O mais baixinho do bando aparentava ter entre 12 a 13 anos, foi ele quem nos mostrou a arma. […] Não fomos agredidos fisicamente. Eles foram embora e nós viramos mais um número na estatística“, afirmou o jornalista em um comentário revoltoso diante de toda a situação.

Este é o famoso momento em que aquele que noticia, acaba virando o noticiado.  (Imagem: Reprodução/Record)

Este é o famoso momento em que aquele que noticia, acaba virando o noticiado.
(Imagem: Reprodução/Record)