“Sete Vidas” ganha destaque sem vilões na trama

Lícia Manzo autora da novela conseguiu fazer algo de diferente que parecia não existir nas novelas da Globo e de outras emissoras, a autora foi ousada quando decidiu fazer “Sete Vidas” e não colocou um vilão, algo que parece ser preciso para que a novela seja um sucesso. Mantendo 19 pontos de audiência a novela é considerada estável em sua média e começa a ganhar forças com o passar do tempo.

A trama retrata uma família fruto da inseminação artificial, com um pai comum a um grupo de jovens. Investir num assunto inexplorado é um recurso usado por muitos autores e não vai aí um demérito. A televisão busca, com razão, iluminar a novidade e tirar daí uma surpresa. É do jogo, é do gênero. Com o enredo da paternidade biológica descoberta por esses garotos e o impacto desse fato nas famílias deles, esse efeito foi obtido. A ambientação de parte da ação na Antártida funcionou como outro ponto original.

(Imagem: Reprodução/Globo)

(Imagem: Reprodução/Globo)