“Ser negro é uma das piores coisas do mundo”, afirma pai de Ronaldo

Pai de Ronaldo Fenômeno, Nélio Nazário foi vítima de racismo no condomínio de luxo onde mora no Rio de Janeiro. Irritado com o preconceito contra a cor da sua pele, o veterano fez um desabafo inflamado em seu perfil no Facebook.

“Meu Irajá ou também Bento Ribeiro, onde todos na rua se conheciam, ou melhor, quase todos no bairro se conheciam; no Natal, todos iam nas casas dos outros, havia mais amizade e consideração. Hoje moro na Barra, deve ter uns 100 apartamentos no prédio e só sei o nome de 4 ou 5 pessoas aqui. Duas delas porque frequentam o mesmo boteco que eu”, desabafou.

“Ser negro nesse país é uma das piores coisas do mundo. Agora aconteceu comigo uma das piores coisas do mundo em relação ao racismo. Estava eu esperando o elevador social, já que moro na cobertura, mas para surpresa minha ninguém veio comigo, preferiram o elevador de serviço. Mas negro é negro em qualquer lugar. E nunca ter medo ou vergonha de sua negritude”, completou.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação