SBT: Uma emissora inimiga da inovação.

É realmente admirável o fato do SBT ainda se manter em 3º Lugar e conseguir “roubar” quase 45% da  vice-liderança da Record, isso porquê a emissora parece que não consegue inovar em nada e acaba fazendo tudo igual ou “mastigado” de outras emissoras, vamos começar pelo jornalismo que é uma área muito desprezada no SBT.

Um cenário e todos os jornais gravados nele, isso reflete a atual realidade que o SBT vive, como uma emissora do porte do SBT não investe em um melhor jornalismo buscando tendências em tecnologia para seus cenários assim como faz a Globo que por sinal recebeu um importante prêmio internacional por conta da tecnologia desenvolvida e implantada nos novos cenários do Jornal Hoje e Jornal da Globo. Chega a ser desconfortável para o SBT gravar todos os jornais em um mesmo cenário e com zero em inovação.

E se falarmos da teledramaturgia isso fica ainda pior, a tarde mesmo que as novelas mexicanas deem audiência ainda é perceptível a falta de opção do SBT para o horário e por isso enche de “enlatados” mexicano a tarde da emissora que só consegue ser vice no horário porquê na Record a situação é desesperadora. Eu não perco meu tempo assistindo novelas como: Maria do Bairro, Esmeralda e Maria esperança que já foram reprisadas “1000” vezes, prefiro olhar para uma tela preta a ter que assistir essa “geniais” produções mexicanas que o SBT faz questão de mantê-las na sua grade de programação.

 

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)