Saiba o que aconteceu na festa japonesa do BBB 14 22/03

Foi uma festa de clima bem oriental, o “Big Brother Brasil” deu o pontapé inicial em sua Festa Jardim Japonês que já começou com Marcelo isolado em um canto, sem conversar com ninguém. Preocupada, Angela sugeriu a Tatiele que o chamasse para se aproximar, mas ela avisou que ele não queria. “Já falei. Ele quer ficar assim. Ele não gosta de gente falsa. Ele não vai conversar com gente que ele está puto, entendeu? É chato, Angel. Eu entendo ele. Ele vai puxar assunto com gente que vota nele?”, falou ela referindo-se a Clara.

Apesar de querer ficar sozinho, o brother até deu uma chance e se junto às duas sisters que conversavam no jardim. Angela logo disparou que ele tinha de interagir e ele respondeu que ficaria perto de quem faz bem. Tatiele até tentou sugerir que essas pessoas seriam ela e a advogada, mas o paranaense aproveitou para cutucar. “Mais ou menos. Fazia. Já fez muito melhor. Conheci, no começo, outra Angela”, disse ele e a sister não gostou da resposta.

No embalo do ritmo sertanejo, os confinados dançavam várias músicas e até inventaram uma paródia especial da música “Sogrão Caprichou”, de Luan Santana, para Tatiele. “Perto do Roni você é santinha, quando Roni não tá, você perde a linha”, cantavam.

Clanessa

Clara e Vanessa já estavam preocupadas com o que vai acontecer pós-paredão neste domingo (23). Tanto que, para não irem juntas para a berlinda, decidiram combinar votos. “Presta atenção. A gente tem que ser esperta. A Angela não recebe um voto. Vamos combinar voto pra gente não ir”, começou Vanessa. “Eu entendi que a gente precisa ser esperta. Lógico que eu sei disso. Não quero combinar, mas eu sei. Eu entendi… Se ela for líder, né?”, disse Clara. Mas o clima pesado da formação de paredão não deixou as meninas desanimadas. Elas dançaram muito e deram um beijinho durante a música “Toda Forma de Amor”, de Lulu Santos.

Isolados

Depois de Marcelo ter se afastado na festa, Tatiele fez o mesmo. Percebendo que ela estava sozinha, o paranaense foi até ela e a Miss Cianorte desabafou: “Tem hora que eu penso como você falou, é muita gente se achando o tempo todo, sabe? Querendo se aparecer em tudo. Não é só uma não. Tem mais. Eu consigo perceber algumas coisas”, disse ela.

Marcelo endossou as palavras dela e acrescentou: “É isso que às vezes tira o tesão. Até então você vai levando as coisas, tem como se distrair. Mas chega uma hora que afunila, igual afunilou agora, e eu fico como estou”. Depois, Marcelo ainda disse que tem um bom coração, mas, se voltar do próximo paredão, prometeu fazer a casa “pegar fogo”.

“Aqui é o clube da sinceridade. Do coração bom. Eu ficando o negócio vai pegar mais fogo ainda”, disse ele tendo sido recriminado por Tatiele. Ela, inclusive, confessou que gosta tanto de Angela que não teria coragem de votar em sua amiga.

“Ela é gente boa demais. Vou te falar que ela me surpreendeu demais, sabia? Eu achei que ela era uma das meninas que eu não teria amizade. Hoje eu vejo que ela é uma menina muito boa, muito firmeza. Ela hoje, depois de você, seria uma das minhas últimas opções de voto porque ela é uma menina muito boa, com o coração bom”, salientou.

“Oferenda”

Cássio sentiu muito a falta de Diego durante a festa cheia de comida japonesa. Sensibilizado, ele fez um pratinho com vários sushis e sashimis colocou em um cantinho do jardim e quase fez uma oração. “Olha, Diego, eu sei que essa era a festa que tu mais queria. Então vou deixar isso aqui pra ti”, disse Cássio em forma de oração, deixando o prato no chão, fazendo o sinal da cruz e beijando o crucifixo que carrega no pescoço.

Mais tarde, o gaúcho conversou com Clara e Vanessa sobre ele ter a colocado no paredão após atender o Big Fone. Ele explicou seus motivos e as meninas entederam. Depois, quando elas foram dormir, Cássio ficou sozinho no jardim e fez um discurso inflamado sobre lutar pelos direitos do próximo, principalmente dos gays.

“Mesmo você não sendo homossexual, lute pelos ideais, lute pelo direito dos homossexuais. Mesmo você não sendo mulher, que foi pelo fato de eu estar no paredão, lutem pelos ideais das mulheres. Mesmo você andando de carro, lute por quem anda de ônibus. Mesmo você não sendo homem, lute pelos direitos dos homens.”