Saiba como estão os protagonistas de “Malhação 2002” atualmente

O amor de Pedro (Henri Castelli) e Júlia (Juliana Silveira) parecia impossível na história de Andrea Maltarolli.

O amor de Pedro (Henri Castelli) e Júlia (Juliana Silveira) parecia impossível na história de Andrea Maltarolli.

A “Malhação” sempre foi um grande seleiro de atores para o mercado televisivo, como se sabe a atração foi criada com a finalidade de formar atores para abastecer toda a programação da emissora carioca, atendendo as necessidades em todas as faixas de novelas inéditas.

Dentre vários nomes, a temporada de 2002 que está em exibição no VIVA, foi responsável por fazer seus dois protagonistas fazerem sucesso e virarem mania entre os adolescentes daquele ano, trata-se de Henri CastelliJuliana Silveira.

Confira a sinopse daquele ano:

A trama de 2002 gira em torno de um tema forte: erro médico. As famílias Miranda e Rodrigues formarão dois núcleos tendo Pedro e Júlia como protagonistas. Pedro é filho de César Rodrigues, um esportista nato que sofrerá de um erro de um médico imprudente que virará sua vida de cabeça pra baixo. O médico é ninguém menos que Dr. Otávio, o pai de Júlia. Quem também tirou o sono de muita gente foi a vilã Thaíssa. Outro personagem inesquecível nesta temporada foi o boa pinta Maumau.

Como estão os protagonistas da temporada atualmente?

A carreira de ambos deslanchou, mas eles seguiram rumos totalmente diferentes logo depois de terem encerrado este trabalho que marcou a vida de ambos e influenciou uma geração de adolescentes que hoje tem entre 26 e 28 anos, confira abaixo o visual de cada um e o que eles fazem hoje em dia:

Hoje a atriz vive sua primeira vilã, a neonazista Priscila de "Vitória" exibida pela Rede Record.

Hoje a atriz vive sua primeira vilã, a neonazista Priscila de “Vitória” exibida pela Rede Record.

Assim que terminou a novela adolescente a atriz deixou a emissora carioca, rumando para a Band, onde emcabeçou o elenco da novela infantil “Floribela” (2005-2006), depois da passagem pela emissora do Morumbi, regressou ao Rio de Janeiro e assinou com a Rede Record, fazendo as novelas “Luz Do Sol” (2007), “Chamas Da Vida” (2008), “Balacobaco” (2012) e atualmente a trama de Cristiane Fridmann, além de ter protagonizado o especial de fim de ano “Tá Tudo Em Casa” (2013). Sua personagem na história de Cristiane Fridmann é a primeira vilã da carreira, pois até então vinha interpretando apenas mocinhas doces e sofredoras.

Com longa carreira na TV, último trabalho do ator foi na novela "Flor Do Caribe" (2013), vivendo novamente um protagonista desta vez o piloto Cassiano.

Com longa carreira na TV, último trabalho do ator foi na novela “Flor Do Caribe” (2013), vivendo novamente um protagonista desta vez o piloto Cassiano.

Depois que viveu Pedro Rodrigues na novela juvenil, a carreira do ator teve uma grande ascendente, ele optou por permanecer na Globo, diferente de sua parceira de cena que acabou deixando a emissora com o fim da novela.

Com dois anos a mais de experiência, viveu seu primeiro vilão na novela “Como Uma Onda” (2004) que rendeu ao ator críticas muito positivas sobre seu trabalho, já que até então a referência mais consistente de seu trabalho tinha sido o protagonista adolescente da série global, mais tarde um novo vilão apareceria em sua trajetória desta vez em “Cobras & Lagartos” (2006), mais uma vez foi elogiado pela crítica especializada pelo desempenho.

Três anos depois viveu o co-protagonista da novela “Caras & Bocas” (2009), mais parecido com seu papel em “Malhação”, na virada da década fez a novela “Araguaia” (2011), onde foi apenas coadjuvante, depois emendou com seu trabalho em “O Astro” (2011), tomando gosto pela faixa das 23 horas fez a novela “Gabriela” (2012).

No ano passado foi mais uma vez protagonista no último folhetim de Walter Negrão, onde deu vida a Cassiano Soares, fazendo par com a atriz Grazi Massafera.