Rodrigo Scarpa, o Vesgo do ‘Pânico’, entra novamente na justiça contra Netinho de Paula

Pra quem desconhece, em 2005, numa matéria para o ‘Pânico na TV’, em seu auge, um dos repórteres o Rodrigo Scarpa, conhecido pelo apelido de “Vesgo”, foi agredido durante a gravação por Netinho de Paula após entender de forma errada uma brincadeira.

Porém, por conta de uma nova e recente afirmação em que Netinho deu ao programa ‘Agora é Tarde’, do Rafinha Bastos, ele voltou a falar sobre o episódio e disse que ele foi racista com uma piada, em que ele disse na saída do Troféu Raça Negra, em São Paulo, onde aconteceu o episódio, que ele estaria para criar uma emissora de TV própria. Não engolindo bem o que aconteceu, Rodrigo Scarpa procurou com o auxílio de seu advogado a 35ª Vara Cível do Rio e processou novamente a afirmação dada por ele no falido talk show do Rafinha.

A coluna do Léo Dias, Sylvio Guerra, advogado de Rodrigo, deu uma declaração sobre o caso: “Meu cliente foi agredido quando perguntava a Netinho se ele estaria abrindo um canal de televisão. Essa acusação de racismo, que foi exibida no programa ‘Agora é Tarde’ em 16 de outubro do ano passado, não tem qualquer fundamento”. A juíza Karenina David Campos de Souza e Silva da Vara Cível citada nesta matéria já intimou, de acordo com a coluna, o cantor para se defender no prazo de 15 dias úteis e corridos. Confira no vídeo abaixo a declaração que tornou a se iniciar o novo “round” entre eles a partir do minuto 13’05”: