Redecom e Zero Impacto se unem para preservar o meio ambiente

Parceria oferece o gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos em Brasília. Desde 2010, mais de 50 toneladas de equipamentos foram coletadas, entre celulares, notebooks, servidores, fios e cabos de rede.
Empresas oferecem onze pontos de coleta na cidade e serviço de retirada do equipamento no endereço do contribuinte, com emissão de documentos como Termo de Transferência de Responsabilidade e Certificado de Destinação do Material.
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil é o mercado emergente que gera o maior volume de lixo eletrônico a cada ano, com meio quilo por habitante. Grande parte desse montante acaba misturada a outros materiais e despejada sem tratamento adequado nos lixões e aterros sanitários, contaminando o solo e a água e trazendo danos à sociedade. Para evitar esse cenário, Redecom e Zero Impacto têm trabalhado, desde 2010, no gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos em Brasília, oferecendo soluções sustentáveis de descarte desses equipamentos.
Atualmente com onze pontos de coleta (ecopontos) e serviço de retirada no endereço do cliente, a Zero Impacto, com o apoio da Redecom, foi a primeira empresa oferecer a possibilidade de descarte de lixo eletroeletrônico na região. “A maioria desses equipamentos é fabricado com materiais como PVC, mercúrio, chumbo e cádmio, que contaminam o meio ambiente e podem causar graves danos à saúde humana. O aproveitamento correto do lixo tecnológico era, portanto, essencial para promover o desenvolvimento sustentável da cidade. Em apenas quatro anos, já conseguimos coletar mais de 50 toneladas de equipamentos, entre celulares, notebooks e servidores”, afirma o Gestor Ambiental da Zero Impacto, Gustavo Bertolino.
Todo material coletado passa por uma triagem, responsável por separar os itens que ainda estão em condições de uso dos que já não funcionam mais. Os equipamentos recuperados são destinados à inclusão digital por meio do Comitê da Democratização da Informática (CDI), com a garantia de tornar inacessível quaisquer dados remanescentes. A empresa oferece também a opção da destruição física de qualquer item capaz de armazenar informação.
Além disso, em 2011, a Zero Impacto se associou à S.E.Val, empresa líder no mercado de reciclagem na Itália, o que possibilitou o contato com o que há de mais avançado em termos de tecnologia para tratamento de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos – REEE.