Rede Record e Rede Mulher são condenadas por ofender religião Afro-Brasileira

A Rede Record e a Rede Mulher foram condenadas ambas por ofender uma religião Afro-Brasileira, a punição as emissoras será produzir e exibir, cada uma, quatro programas de televisão, dando direito de resposta às religiões de origem africana, que foram ofendidas em programas dos dois canais.

O Instituto Nacional de Tradições alegou que as religiões afro-brasileiras vêm sofrendo constantes agressões em programas por elas veiculados, o que é vedado pela Constituição Federal, que proíbe a demonização de religiões por outras.

Ainda como parte da punição os programas deverão ser exibidos em horários correspondentes àqueles em que foram praticados as ofensas. Além disso, deverão realizar três chamadas aos telespectadores na véspera ou no próprio dia da exibição.

Emissora é condenada por ofender religião Afro-Brasileira.

Emissora é condenada por ofender religião Afro-Brasileira.