Record é a emissora que dedicou mais tempo a cobertura da morte de Eduardo Campos

eduardo campos

Uma pesquisa feita pelo Controle Concorrência, que monitora inserções comerciais para o mercado, divulgou que, na quarta-feira (13), no dia da morte do presidenciável Eduardo Campos, a Globo, Record, SBT, Band e Rede TV! somaram 24 horas de transmissão da cobertura de Campos.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a Rede Record foi a emissora que dedicou mais tempo, sendo seis horas noticiando a morte de Campos. A Band veio logo em seguida com cinco horas; E a Rede Globo ficou em terceiro com quatro horas.