Rachel Sheherazade defende Bolsonaro e é criticada na internet

Na última terça-feira (16), Rachel Sheherazade fez mais um comentário polêmico, desta vez na rádio Jovem Pan. A jornalista se manifestou a respeito da declaração que o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) deu em plenário, no último dia 9, dizendo que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia.

Em seu comentário diário na rádio, através do “Jornal da Manhã”, Sheherazade defendeu o deputado Jair Bolsonaro (PP – RJ). Segundo Rachel, “Bolsonaro pode ser muita coisa, mas não é estuprador”. Ela avalia que as feministas que passaram a criticar o deputado do PP são “feminazis” e fazem parte de uma frente com partidos de esquerda e representantes dos direitos humanos que querem “distorcer as palavras” do deputado “e manchar sua reputação, para desacreditá-lo como homem, militar e parlamentar”.

A atitude, logicamente, repercutiu bastante e Rachel foi vitima de críticas. “Rachel Sheherazade defendendo o Bolsonaro, nada de surpreendente nisso tendo em conta as coisas que ela já falou até agora”, disse @carolcoffran. “Pelo andar da carruagem em 2018 teremos como candidatos. Presidente: Jair Bolsonaro. Vice: Rachel Sheherazade”, afirmou @DOMNEGRONE.

Mas também houve quem apoiou a jornalista. “Rachel Sheherazade é o orgulho do jornalismo, na moral, essa mulher cala a boca de muitos políticos”, escreveu @reallymize. Já @andreigorps disse: “Me representa e muito!!”.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação