Rachel Sheherazade considera ‘absurda’ a ação movida pelo MPF contra ela

Principal telejornal do SBT vai a pico de 08 pontos e ameaça a Record.

A polêmica envolvendo o comentário de Rachel Sheherazade na bancada do telejornal “SBT Brasil”continua. A jornalista, em fevereiro deste ano, defendeu o ato de justiceiros que espancaram e prenderam a um poste um assaltante de 15 anos.

O Ministério Público Federal (MPF), está agora exigindo que o SBT transmita um quadro com a retratação de Rachel Sheherazade. Onde a jornalista deverá se pronunciar dizendo que considera ilegítimo o ato dos justiceiros. Caso descumpra, a emissora terá que pagar uma multa de R$ 500 mil por dia de descumprimento.

Em meio a tal polêmica, a âncora do “SBT Brasil” declarou ao site Notícias da TV que considera a ação do MPF descabida e absurda.

“O Ministério Público está no seu direito de propor a ação que julgar necessária. [O órgão] Pode alegar o que achar conveniente, em seu pedido, por mais absurdo e descabido que me pareça. Porém, a ação ainda precisa ser aceita por um juiz, e cabe ao magistrado acatar ou não as alegações do MP”, disse a jornalista.