Rachel Sheherazade compara terrorismo com ataques à revista Veja

Apresentadora do “SBT Brasil” e do “Jornal da Manhã”, da Rádio Jovem Pan, a jornalista Rachel Sheherazade provocou polêmica mais uma vez.

Em um de seus comentários no tradicional jornal da Jovem Pan, nesta sexta-feira (9), Rachel comparou o ataque terrorista na França, que matou jornalistas do veículo Charlie Hebdo na última quarta (7), ao ataque à sede da Editora Abril, em outubro de 2014.

Em seu comentário, a âncora afirma que ambas situações são bem semelhantes, já que o ataque à Abril foi feito logo após a veiculação de um de seus produtos, a revista Veja, quando publicou matéria sobre suposto ‘envolvimento’ de Dilma Rousseff e Lula no Petrolão.

A jornalista, inclusive, disse que os militantes de esquerda brasileiras se assemelhariam ao estado islâmico. “No Brasil, o maior temor da imprensa livre não são os radicais islâmicos, mas os radicais da esquerda, que se assemelham muito aos terroristas.”

Sheherazade terminou o comentário criticando a presidenta Dilma por não ter sido coerente em sua nota sobre o caso. “A mesma mandatária que defendeu a liberdade de expressão na França apóia um projeto de regulação da mídia no Brasil, que pode restringir a liberdade de expressão e até evoluir para uma futura censura dos meios de comunicação”.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação