Programa “Tá na Tela” recebe rejeição dos internautas. VEJA

luiz bacciO programa “Tá Na Tela”, comandado por Luiz Bacci na Band, foi marcada por crítica à Globo, boa audiência e rejeição dos internautas, logo cedo.

A primeira alfinetada de Bacci foi à equipe do “Fantástico” a respeito de uma matéria exibida no domingo (3) sobre Hilda Furacão. “O Fantástico viu a nossa chamada e deve ter percebido que a história era boa e entrevistaram também”, criticou. A repórter Silvana Kieling, ex-“Domingo Legal”, contou que saía do asilo onde a ex-garota de programa está morando na capital argentina quando a equipe global chegava ao local.

Links ao vivo do helicóptero da Band durante uma perseguição policial e matérias sobre crimes deram o tom policialesco ao programa, o que surpreendeu e chegou a frustar muitos internautas, que esperavam um programa de variedades. “Põe na tela” e “Me dá o helicóptero” foram frases usadas pelo apresentador, que já comandou o “Cidade Alerta”, na Record. Na internet, houve muita comparação do estilo de Bacci nas duas emissoras.

“Esse programa do Bacci é horrível. Pensei que seria algo mais leve. É morte, estupro, sangue e sequestro”, “Achei que fosse mais entretenimento” e “Esse programa do Luiz Bacci é a mistura da Sonia Abraão com Datena” foram algumas das impressões mais comentadas pelos telespectadores sobre a atração nas redes sociais.