Profissional de afiliada da Globo é agredido durante reportagem

Nas últimas semanas, não têm sido raros os casos de profissionais da imprensa, que só estavam trabalhando, serem agredidos por pessoas revoltadas com a mídia.

Ao fazer a cobertura de um acidente de trânsito para a Inter TV dos Vales, afiliada da Globo em Minas Gerais, o cinegrafista Kassem Said Naaman foi agredido por um dos homens envolvidos na batida.

O profissional filmava a situação acompanhado da repórter Ana Carolina Magalhães quando o agressor percebeu e, nervoso, resolveu bater em Naaman. Em comunicado, a emissora afirmou que espera que o autor seja punido conforme as leis que defendem os direitos humanos e a liberdade de expressão.

 O caso aconteceu no domingo (11), em Governador Valadares, cidade do interior de Minas Gerais. O acidente envolveu um carro e uma moto. O responsável pelas agressões foi identificado como Fernando Alves da Silva.

Antes de bater no cinegrafista, ele já tinha agredido o dono do automóvel com o capacete, o que resultou em dentes e nariz quebrados. Além disso, o motociclista ameaçou de morte algumas pessoas que estavam no local. Naaman foi agredido no rosto quando o criminoso percebeu que estava sendo filmado.

De acordo com a Inter TV, a polícia chegou logo depois e levou Silva preso, que pagou fiança de dois salários mínimos e foi liberado. Na ocasião, ele confessou que havia feito uso de bebidas alcoólicas, mas não fez o teste do bafômetro.

A situação foi registrada pelas câmeras do canal e também pelas pessoas que estavam no local. O acontecimento foi considerado lamentável pela afiliada da Globo, que repudiou qualquer ato de violência.

Em comunicado, a emissora afirmou que espera que o autor seja punido conforme as leis que defendem os direitos humanos e a liberdade de expressão.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução