Processo entre Milton Neves e Roberto Justus vai parar no STJ

O processo ajuizado pelo comentarista esportivo Milton Neves contra o empresário Roberto Justus será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça. Na sexta-feira (5/12), o desembargador Artur Marques da Silva Filho, presidente da Seção de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, admitiu os recursos especial proposto pelos advogados de Milton Neves, Luiz Antonio Scavone Júnior e Carlos Fernando Neves Amorim, e pelo advogado de Justus, José Rogério Cruz e Tucci.

A dupla se enfrenta judicialmente desde 2008 por um contrato cancelado naquele mesmo ano. Justus havia convidado o jornalista para participar de um projeto na Band. Ao aceitar o convite, Neves saiu da Record.
Porém, um mês depois, a iniciativa foi extinta. O jornalista entrou com o processo por ter se sentido lesado, já que tinha um contrato fixo na Record, com um salário alto, e uma multa enorme para ser paga, o que teve de fazer do próprio bolso. Neves havia perdido a ação em 2012, mas recorreu.
Milton Neves

Foto: Divulgação