PR: Produtor de afiliada da Globo é ameaçado de morte após reportagem

Uma notícia repercutiu bastante na região Sul do país e amedrontou os milhares de profissionais que atuam na profissão. De acordo com o NT, na última quinta (9), o produtor da RPC TV e diretor da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), James Alberti teve seu nome envolvido numa ameaça de morte após ele trabalhar numa reportagem em que investigava um suposto esquema de corrupção dentro da Receita Federal de Londrina, interior paranaense.

Após a situação, a afiliada da Globo no estado do Paraná, apoiou e o-transferiu de estado, onde mudou de endereço para evitar que acabe acontecendo uma possível “queima de arquivo” pelos corruptos que não gostaram nada de terem descoberto o sistema que pode ir ao ar, mas pelo menos não no momento, com a situação.

Em nota, o canal comenta o caso e afirma: “A Abraji vem a público exigir que o governo paranaense apure com celeridade a procedência da ameaça e puna vigorosamente os responsáveis. É inadmissível, em um país democrático, que um jornalista seja obrigado a sair de seu local de residência e atuação profissional para não ser morto, por fazer seu trabalho e cumprir com a missão de informar a sociedade. Ameaçar qualquer jornalista de morte coloca em risco um dos direitos fundamentais de todos os cidadãos: a liberdade de expressão

As ameaças foram bastante árduas e merecem maior esclarecimento.  (Imagem: Divulgação/RPC TV)

As ameaças foram bastante árduas e merecem maior esclarecimento.
(Imagem: Divulgação/RPC TV)