Polêmica sobre suposto afastamento de Rachel Sheherazade faz fãs ameaçarem boicotar os jornais do SBT

A jornalista do SBT Brasil Rachel Sheherazade está fora da programação do SBT . A decisão foi tomada pela emissora, nesta sexta-feira (05), após pressão de comissões parlamentares e ameaça de perder mais de R$ 150 milhões em verbas publicitárias governamentais, informou o jornalista Ricardo Feltrin.

Desde quando a âncora do Jornal do SBT defendeu a ação dos chamados justiceiros do Rio de Janeiro, que torturaram e prenderam um rapaz a um poste na região do Flamengo, a emissora entrou na mira da Procuradoria Geral da República por suposta apologia ao crime.

Não demorou muito então para o afastamento acontecer. Na tentativa de evitar “protestos” dos telespectadores, a emissora justificou a decisão com… Férias! E disse que o retorno da jornalista já está marcado para o dia 14 de abril.

Mas a desculpa não funcionou, já que Sheherazade havia tirado férias em janeiro. Resultado: comentários contrários ao suposto afastamento tomaram conta do Twitter. Só o que se viu foram mensagens de apoio à jornalista, ameaças de boicote à emissora e críticas ao governo. Ao que as manifestações indicam, os discursos radicais da jornalista estão ecoando por aí.

 

Rachel Sheherazade