“Planeta Extremo” 29/03/2015 último episódio da temporada

Todos os domingos, logo após o reality show, “Big Brother Brasil”, a Rede Globo exibe o programa “Planeta Extremo”. E nesse domingo (29), a atração mostra a parte desconhecida de uma das civilizações mais antigas do mundo: a China submersa. Carol Barcellos se arrisca em cavernas inexploradas, lugares sagrados para os antigos moradores e que, só agora, começam a ser descobertos. E uma surpresa: um mergulho pela Muralha da China – sim, há uma parte embaixo d’água.

Pela primeira vez, uma equipe estrangeira conseguiu autorização do governo chinês para explorar Lion City, uma cidade a 40 metros de profundidade, rica em história, arquitetura e beleza. Para os especialistas, é como encontrar um novo Himalaia.

O mergulho na caverna é o mais difícil para Carol e a equipe, pois quase não há visibilidade em um lugar tão escuro. São 30 minutos numa caverna com passagens estreitas e sem enxergar nada.

– Uma experiência incrível, mas quase entrei em pânico. Sem dúvida nenhuma essa foi a expedição mais difícil pra mim. Aqui, não volto mais – conta Carol, que ainda realiza mais dois mergulhos na China.

Além de Lion City, a equipe do Planeta Extremo conhece uma parte desconhecida da Muralha da China. A continuação do paredão fica submersa.

– É uma visita rápida, porque a água é muito fria, mas é especial. Eu nem sabia que uma parte da Muralha da China resistia submersa. É impressionante, vale a pena conferir – completa Carol, que mergulhou com roupa especial para resistir aos 10 graus celsius.

O último mergulho foi no interior do país, em Duan. A região tem  322 cavernas praticamente inexploradas.

– Os moradores têm medo que alguém entre lá e incomode os espíritos sagrados, pois acreditam que morem nas cavernas. Escolhemos esta, em Duan, porque, segundo o francês que nos guiou, chegaríamos a uma galeria de água transparente, com formações lindas. Um lugar espetacular – conta.

Divulgação: Rede Globo

(Foto: Globo)

(Foto: Globo)