Pelé deixa UTI e vai para unidade semi-intensiva

O estado de saúde do ex-jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, Pelé, 74 anos, continua estável, sem intercorrências médicas. De acordo com  boletim divulgado há pouco pelo Hospital Israelita Albert Einstein, “após as análises clínicas e laboratoriais da manhã desta terça-feira (2), não houve necessidade de retornar o suporte renal [hemodiálise]”.

O hospital informou que “ele permanece no mesmo leito, sob cuidados de unidade semi-intensiva. Lúcido e se alimentando bem, mantém boas condições hemodinâmicas e respiratórias. Recebe os antibióticos por via endovenosa.”

Pelé foi internado no último dia 24, quando foi descoberta uma infecção urinária durante revisão médica. No dia 13, ele havia passado por cirurgia para retirada de cálculos renais. No dia anterior ao da operação, o ex-atleta tinha sido internado após passar mal. Exames constataram que o problema era causado por cálculos no rim, na uretra e na vesícula, o que provoca obstrução do fluxo urinário.

Segundo o boletim assinado pelos médicos Fabio Nasri e Marcelo Costa Batista, amanhã (3) será feita outra avaliação da função renal do ex-jogador.

(Foto:Reprodução)

(Foto:Reprodução)