Pastor que ia erradicar a homossexualidade no mundo se casa com outro homem

John Smid um pastor cristão norte-americano que pregava que ia “curar homossexuais” em Oklahoma, acabou finalmente, se apaixonando por um homem, como se fosse um toque “cruel” do destino. Ou um toque de justiça divina, do jeito que você queira interpretar.

O pastor saiu do armário pela porta da frente. Smid foi pastor por quase vinte anos um grupo chamado Love in Action que estava determinado a erradicar a homossexualidade no mundo, dizia que a homossexualidade era uma doença (a “arma que Satanás usa para destruir o ser humano”).

No entanto, “o pregador” sentiu algo dentro que o fez abandonar a sua luta. Depois que percebeu que o grupo, tentou curar dezenas de homossexuais, não tinha conseguido curar ninguém.

“O poder de Deus não conseguiu controlar a” doença “. Ele sentiu que Deus tinha me abandonado “, como disse em uma entrevista. E ainda por cima, o amor bateu em sua porta por nome: Larry McQueen. Um homem que ganhou seu coração e ele se casou depois de três anos de namoro feliz.

“Na minha idade eu não tenho muito tempo, então eu não posso viver com essa mentira toda a minha vida”, disse Smid.

Pastor casa com outro homem

Pastor casa com outro homem