Otávio Mesquita super salários da TV brasileira acabou

Otávio Mesquita, 54, está prestes a voltar à Tv, mas desta vez será diferente. Além de apresentar, ele também vai produzir seu programa (como já fazem Ratinho, Raul Gil e Marília Gabriela). “Lembro-me da época dos altos salários na TV na década de 1990. Isso não existe mais, é limitado a pouquíssimos apresentadores”, ele disse, em entrevista ao site “Ig”.

Nesse período, ele chegou a ganhar salário de R$ 100 mil, mais as ações publicitárias. “Bons tempos, era feliz e não sabia (risos). Tinha um salário igual aí ao do (Celso)Portiolli””, declarou. De volta ao SBT, ele propõe um modelo diferente de negócios com a emissora.
“No faturamento total, são retirados os custos que a TV tem e o restante é dividido 50% para cada parte. Para alguns apresentadores é uma ideia interessante e para a emissora é redução de despesas na certa, pois elas são pagas pelo faturamento, além de não precisar pagar altos salários”, ele acredita.
Segundo Otávio, esse tipo de sociedade também tem riscos, mas ele confia em sua experiência e em seu trabalho. “O problema do apresentador é o programa não faturar, mas isso dificilmente acontece porque é tudo planejado. Sempre fui publicitário e tenho uma rede de negócios e relacionamentos grande”, afirmou.