Os crimes cometido por Félix em Amor à vida; daria a ele 76 anos de cadeia

A sorte de Félix é que Amor à Vida é uma obra de ficção e Walcyr Carrasco fez a novela andar tanto que alguns crimes prescreveram. Porque se os pecados cometidos pelo personagem no folhetim viesse à tona na vida real, o filho de Pilar (Susana Vieira) iria desfilar por muito tempo seus terninhos de grife na prisão. Seria o apocalipse!

O site do jornal O Globo pediu que dois criminalistas analisassem os crimes do ex-vilão da novela das 21h e, pasmem, caso fosse condenado, ele poderia pegar até 76 anos e meio de prisão.

— É importante frisar que estamos analisando situações hipotéticas, que apareceram numa obra de ficção. Se fosse na vida real, cada fato seria analisado com base nas provas e testemunhos anexados aos autos – esclarece Ary Bergher, da Bergher & Mattos Advogados Associados.

— Vale lembrar também que toda pena leva em conta agravantes e atenuantes dependendo do réu e da condição em que o crime foi cometido – acrescenta a advogada Marcela Perillo.

Por ter deixado Paloma (Paolla Oliveira) desacordada em uma bar, após dar à luz, Félix cometeu crime de omissão de socorro (art. 135 do Código Penal).
Pena: de um a seis meses ou multa.

Por ter deixado Paulinha numa caçamba de lixo, homicídio qualificado por motivo torpe, uma vez que assumiu o risco de que a criança morresse (art. 121, §2º, inciso I c/c art. 14, ambos do Código Penal).
Pena: 12 a 30 anos de reclusão.

Crime de estelionato (art. 171 do Código Penal) por ter superfaturado as contas do San Magno.
Pena: de um a cinco anos atrás das grades e multa.

Tentativa de homicídio triplamente qualificado por ter contratado uns capangas para atacarem Atílio, que havia descoberto suas falcatruas no hospital. Nos termos do art. 121, §2º, inciso I (paga promessa); inciso II (motivo fútil) e inciso III (resultar perigo comum) c/c art. 14, ambos do Código Penal.
Pena: de 12 a 30 anos de reclusão.

Na segunda emboscada a Atílio, quando ele forjou um assalto no estacionamento do San Magno, Félix é o autor intelectual do crime, lesão corporal (art. 129 do Código Penal).
Pena: de três meses a um ano de detenção.

Outro crime de estelionato pesa na ficha de Félix, quando, para obter vantagem, pediu a Glauce (Leona Cavalli) para falsificar o teste de DNA de Paloma e Paulinha.
Pena: de um a cinco anos de prisão, com multa.

Quando Félix manda Ninho (Juliano Cazarré) sequestrar Paulinha e levá-la para o Peru, torna-se coautor intelectual do crime.
Pena: de dois a cinco anos.