“O Rei Do Gado” é um bom caminho para as tardes da Globo

Antônio Fagundes é Bruno Berdinazzi Mezenga o protagonista do folhetim assinado por Benedito Ruy Barbosa.

Antônio Fagundes é Bruno Berdinazzi Mezenga o protagonista do folhetim assinado por Benedito Ruy Barbosa.

Um fato inusitado está prestes a abalar as estruturas de todas as emissoras de televisão e considerado por muitos como o ultimato para a sessão de reprises “Vale A Pena Ver de Novo”, e de fato nos bastidores é mesmo a última tentativa para salvar o período vespertino da rede, colocando um dos grandes clássicos da dramaturgia nacional.

Assinada por Benedito Ruy Barbosa, a novela “O Rei Do Gado” (1996) foi exibida originalmente na faixa das oito da noite, com duas reexibições em canais do grupo Globo, primeira em rede aberta no ano de 1999 e a segunda a pouco tempo como a segunda novela da então faixa das 16h30 no VIVA entre fevereiro e dezembro de 2011, substituindo “Por Amor” (1997) e deixando sua vaga para “Barriga de Aluguel” (1990).

Quando inédito o folhetim alcançou números expressivos e bateu mais de 50 pontos de média, já em sua primeira reprise na emissora carioca atingiu 27 pontos de média geral, podendo ser assim a salvação da lavoura dentro da rede carioca que precisa se recuperar do fracasso retumbante da reprise atual.