O que espera do final da quarta temporada “Game of Thrones” neste domingo

Shae (Sibel Kekilli) falou mentiras no julgamento do ex-amante, Tyrion (Peter Dinklage)

Shae (Sibel Kekilli) falou mentiras no julgamento do ex-amante, Tyrion (Peter Dinklage)

Foi a melhor temporada da série e com melhor audiência, Nesta quarta temporada os zumbis do gelo transformaram  bebês em picolés. Dragões fazendo churrasquinho de cabritos. E gigantes cavalgando mamutes. A quarta temporada de Game of Thrones, que termina neste final de semana, tinha tudo para ser lembrada como o momento em que as intrigas palacianas deram lugar à fantasia. Mas, a não ser que tudo mude no episódio final, que vai ao ar domingo, às 22h, o 2014 da aventura inspirada na obra de George R. R. Martin será lembrado como o ano de fundação do clube dos corações solitários de Westeros.

Conhecidos por não fazerem prisioneiros, os roteiristas puniram exemplarmente personagens que há muito ocupavam a lista de ódio dos espectadores – sim, estamos falando do pentelhíssimo Joffrey Baratheon (Jack Gleeson) –, mas se esmeraram mesmo em destruir relacionamentos daqueles que ainda detêm algum caráter e apreço junto aos fãs. Coincidência ou não, foi nesta temporada que Game of Thrones bateu o recorde de Família Soprano e tornou-se a série do HBO mais assistida de todos os tempos – sinal de que nada segura mais a audiência do que uma boa nuvem de lágrimas.

Não bastou, por exemplo, armar contra Tyrion (Peter Dinklage), era preciso colocar Shae (Sibel Kekilli) vociferando inverdades em público para humilhá-lo. Talvez o único herói impoluto da série, Jon Snow (Kit Harington) viu a amada morrer em seus braços – enquanto os braços de Lorde Baelish (Aidan Gillen) levaram Lysa Arryn (Kate Dickie) à morte. Já Ellaria (Indira Varma) precisou de caixão fechado para velar Oberyn Martell (Pedro Pascal).

Mesmo quem nunca conseguiu sair da friendzone se deu mal: Brienne (Gwendoline Christie) foi mandada em missão por Jaime (Nikolaj Coster-Waldau), enquanto Jorah (Iain Glen) ganhou um belo pé na bunda de Daenerys (Emilia Clarke), que ainda usou Daario (Michiel Huisman) para aliviar a tensão de ser mãe de três dragões.

O único que parece ter se dado bem nesta temporada foi o corvo Samwell Tarly (John Bradley), que finalmente conseguiu a atenção que desejava de Gilly (Hannah Murray). Seja lá o que aconteça no episódio deste domingo, uma coisa é certa: desse jeito, vai faltar cobertor de orelha para o inverno que se aproxima de Westeros.