O que é Ice Bucket Challenge? banho gelado dos famosos

Bill Gates  na campanha  da solidariedade

Bill Gates na campanha da solidariedade

Muitos estão vendo um vídeo Facebook um vídeo onde tem sempre um famoso tomando um banho com um balde cheio de água e gelo, saiba que a brincadeira tem uma causa nobre. A campanha Ice Bucket Challenge, ou ”desafio do balde de gelo’,’ mobilizou famosos do mundo e do Brasil, e é o novo viral das redes sociais.

O que é o Ice Bucket Challenge?

O desafio nada mais é que uma campanha solidária para ajudar a ALS Association, uma organização americana sem fins lucrativos que arrecada fundos para financiar pesquisa e ajudar pacientes com a Esclerose Lateral Amiotrófica, também conhecida como doença de Lou Gehrig.

Como funciona o desafio?

O desafio funciona assim: a pessoa toma banho de água gelada, publica a cena nas redes sociais, e depois desafia os amigos. Quem for desafiado tem 24 horas para aceitar e, então, encher um balde de gelo com água e fazer o mesmo. Se não fizer, deve doar US$ 100 para a associação. Mas é claro que a ideia é fazer os dois: o desafio, para divulgar a causa, e a doação.Segundo comunicado divulgado pela ALS Association, a campanha arrecadou US$ 15,6 milhões em doações no período de 29 de julho a 18 de agosto.
Por que um banho?

Segundo Élica Fernandes, gerente executiva e social da Associação Brasileira de Esclerose Amiotrófica o gesto é simbólico:
– Receber o diagnóstico de ELA é como receber um balde de água gelada na cabeça pois a doença é rara e não tem cura.

 

Qual a origem do viral?

De acordo com o Facebook, o viral teria começado na cidade de Boston e se espalhado pelo mundo. O motivo seria o ex-jogador de baseball Pete Frates, que foi diagnosticado com a doença em 2012. A campanha ganhou grandes proporções quando o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg tomou o banho gelado e depois desafiou Bill Gates, fundador da Microsoft a tomar um banho de balde também. Segundo a rede social, mais de 1,2 milhão de vídeos relacionados ao desafio já foram publicados no site.

O que é a esclerose lateral amiotrófica?
A Esclerose Lateral Amiotrófica – (ELA) é considerada uma doença degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante. A doença tem como característica a degeneração progressiva dos neurônios motores no cérebro (neurônios motores superiores) e na medula espinhal (neurônios motores inferiores).

Até o momento, não se conhece a causa específica da doença. O principal sintoma é a fraqueza muscular, seguida da deterioração dos músculos (amiotrófica), começando nas extremidades, usualmente em um lado do corpo (lateral). Outros sintomas também são tremores musculares, cãibras, reflexos exaltados, atrofia, espasticidade e diminuição da sensibilidade. Os fatores de risco são: pertencer ao sexo masculino, desempenhar atividade física intensa, ter sofrido algum tipo de trauma mecânico, ter sido vítima de choque elétrico.

E no Brasil ?

Segundo dados da Associação Brasileira de Esclerose Amiotrófica, a ELA afeta 1,5 pacientes para cada 100 mil habitantes. A estimativa é de que surjam dois mil casos novos a cada ano. Após o diagnóstico não existe uma estimativa de vida fechada. Algumas pesquisas mostram que os pacientes vivem de dois a cinco anos. Entretanto, na ABrELA existem casos de pessoas que convivem com a doença há mais de 20 anos.

Como o viral chegou ao Brasil, um acordo foi firmado entre ABrELA, Instituto Paulo Gontijo e a ALS Association para que todas as doações brasileiras fossem revertidas para institutos e associações do Brasil. Para doar acesse: http://www.abrela.org.br/ ou http://www.ipg.org.br/ipg/faca-uma-doacao/lan/br