Nova safra de novelas da Globo tem difícil missão

Todas as novelas inéditas exibidas pela Rede Globo passam por situação calamitosa (ainda que garantam a liderança de maneira isolada), sendo assim a responsabilidade de suas substitutas é muito maior do que seria caso fosse preciso simplesmente manter os índices de audiências.

A única novela que está relativamente bem é a reprise de “Caras & Bocas” (2009), pois está apenas quatro pontos abaixo de sua meta que é de 18 pontos de média. Vamos agora a um raio x das atuais novelas da emissora carioca.

Caras & Bocas = Apesar de ser reprise, é a única trama que vai entregar o horário com relativa tranquilidade para sua substituta, que inclusive já está definida, trata-se de “Escrito Nas Estrelas” (2010) assinada por Elizabeth Jinh.

Malhação = A atual temporada da novela começou mal, porém o canal mudou a grade vespertina e acabou surtindo um leve efeito para o folhetim, mesmo assim permanece seis pontos distante de sua meta que é de 20 pontos. A próxima história da trama teen será protagonizada por Arthur Aguiar e trará de volta a prática de esportes, a missão da nova história é uma das mais ingratas, pois nenhum elemento será mantido da atual temporada. È assinada por Paulo Holm e Rosane Svertmann.

Joia Rara = Prestes a despedir-se, a novela das seis que prometia tanto não emplacou na audiência e cabe agora á “Meu Pedacinho de Chão” reverter o índices deixados pela novela assinada por Duca Rachid e Thelma Guedes. A próxima trama terá 117 capítulos e caso não começe bem terá graves problemas para recuperar-se, por ser uma novela de tiro curto com pouco mais de três meses de exibição. È assinada por Benedito Ruy Barbosa.

Além Do Horizonte = A trama de Carlos Gregório e Marcos Bernstain tem uma das situações mais delicadas e muito dificilmente vai recuperar-se a tempo para entregar com índices razoáveis para “Geração Brasil”. A nova trama das sete estreia em maio e tem tudo para alavancar os índices de audiência do horário, já que a atual novela está 11 pontos distante de sua meta que é de 30 pontos. 

Em Família = Maneco escreve sua última novela, contando a vida de cada personagem de forma única, os diálogos são ricos e as cenas muito bem detalhadas. O ritmo da atual novela das nove está sendo duramente criticada, pois é uma novela mais cotidiana e que retrata com riqueza de detalhes os dramas e as virtudes de Helena (Jùlia Lemmertz). Sua substituta será assinada por Agnaldo Silva e terá a dura missão de resgatar o público das tradicionais novelas das nove da emissora, que nos últimos anos acostumou-se a ver tramas rápidas e ágeis, dinâmicas, com muitas viradas em um mesmo capítulo. A meta do horário é de 40 pontos e a atual novela das 9 está dez pontos abaixo da meta.

Nem sempre audiência alta é significado de bons produtos.