“Não tenho nada contra ela”, diz panicat baiana sobre Nicole Bahls

Mariana Gonzalez, a panicat baiana que teria sido o pivô da suposta saída de Nicole do ‘Pânico na Band’ falou ao Ego sobre a polêmica do último domingo (30). “Nunca tive e não tenho nada contra ela (Nicole). Pelo contrário, sempre a admirei”, disse.

 Com relação a decisão do Emílio Surita de escolhê-la para ficar no comando do ‘Pânico’ por alguns minutos, ela comentou: “Não sei porque ele me escolheu. Eu apenas sigo ordens, fui pega de surpresa também”, resumiu.

Já Nicole, desabafou sobre a colega de trabalho. “Acho ela arrogante por trás das câmeras e uma pessoa prepotente. Quando as câmeras ligam, se faz de coitadinha, sofrida, muda até o tom da voz. Desejo que ela encontre Deus, seja feliz, porque pode tentar enganar os telespectadores, mas Deus não. Sou da época em que panicat respeitava apresentadores como um filho respeita um pai. Sempre soube que a Sabrina (Sato) estava anos luz na minha frente e que era uma diva. Nunca quis ser melhor do que ninguém, nem pretendo. Sei que sucesso tem que ser conquistado e isso leva tempo. Entrar em disputa com panicat seria regredir”, disse ela.

(Foto:Reprodução)

(Foto:Reprodução)