Na Indonésia, correspondente da Globo Márcio Gomes e cinegrafista são detidos

  O correspondente da Globo, Márcio Gomes, de acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, juntamente com seu cinegrafista foram detidos no começo da tarde de hoje (17). Os problemas começaram quando teria sido emitidos passaportes de turistas para os repórteres, e eles que são correspondentes fixados na filial da Globo em Tóquio desembarcaram na Indonésia para cobrir a execução de um brasileiro. Porém, eles foram pegos quando faziam imagens no porto de Cilacap, onde saem os barcos e as balsas em direção à ilha onde irá acontecer a execução, pois é considerada uma área restrita. Logo, eles foram liberados e ainda não se sabe com quais imagens a Globo irá utilizar para cobrir os acontecimentos de grande repercussão no dia de hoje.

Correspondente da Globo em Tóquio, foi detido juntamente ao seu cinegrafista após fazer imagens em área restrita na Indonésia, lugar o qual eles desembarcaram para fazer imagens da execução de brasileiro detido pelo país. (Imagem: Divulgação)

Correspondente da Globo na Ásia, foi detido juntamente ao seu cinegrafista após fazer imagens em área restrita na Indonésia, lugar o qual eles desembarcaram para fazer imagens da execução de brasileiro detido pelo país.
(Imagem: Divulgação)