Movimento BDS pede que Rolling Stones não se apresente em Tel Aviv

Poucas horas antes do fechamento da data para um concerto marcado para 4 de junho, em Tel Aviv, o movimento de Boicote, Sanção e Desinvestimento (BDS) em Israel pediu ao grupo The Rolling Stones que não toque no país.
Em nota, o movimento disse que “as organizações palestinas pedem que os The Rolling Stones não toquem na segregacionista Israel e não aprovem (assim) as violações do direito internacional e dos Direitos Humanos contra o povo palestino”.
No mesmo comunicado, o movimento teria declarado que são várias os grupos de música e artistas como Gill Scott Heron, os Klaxons, Faithless e Massive Attack que cancelaram suas atuações após serem contatados.