Ministério público recebe denúncia contra Cássio do BB14 por comentário racista

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro confirmou na manhã desta quinta-feira (6) que recebeu uma representação contra um comentário de teor considerado racista feito por Cássio Lannes, participante do “Big Brother Brasil 14”. De acordo com o MPF, a representação foi feita em Brasília e remetida para o Rio de Janeiro porque a sede da TV Globo e a casa do BBB estão na capital fluminense. O MPF ainda não revelou quem fez a denúncia.

A representação foi motivada por uma declaração polêmica feita pelo brother nas primeiras semanas do programa. O estudante de publicidade disse que teria mantido relações sexuais com uma afrodescendente e que pensou ser ela capaz de aguentar o seu avantajado órgão reprodutor masculino, já que estava acostumada a se relacionar com os afrodescendentes. Diante dos risos dos confinados, ele ainda revelou que por causa da sua performance responde por um processo criminal que quase o tirou do programa. Algumas semanas depois, no entanto, o brother tomou banho de piscina pelado e as garotas da casa observaram que seu órgão sexual não era nada daquilo que ele dizia. O participante, então, foi apelidado de “Cassinho”.

O Ministério Público informou que a representação ainda não foi distribuída para nenhum procurador. Apenas após a investigação do caso é que eles irão decidir que atitude tomar. Vale lembrar que qualquer cidadão pode fazer uma denúncia ao Ministério Público. No caso da representação contra o Cássio, ela poderá ser encaminhada para a PRDC, a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão. Porém, ainda segundo o MPF, não há prazo para a conclusão do caso.