“Meu filho gritava: ‘não quero morrer'”, relembra Angélica sobre acidente

Em entrevista ao “Jornal Nacional”, Angélica e Luciano Huck, que aparentavam ainda estarem assustados com o  acidente de avião em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, relataram o momento em que o avião onde estavam caiu em um pasto.

“Foi um milagre. A gente encarou assim. Foi um renascimento da família toda. Quando estávamos 15 minutos fora de Campo Grande, a Eva estava brincando no avião, ai percebi que o avião mudou o barulho. Olhei e o piloto estava mexendo na bomba de combustível. Vi que o motor estava parado e tinha um motor só. Troquei uma ideia com o piloto ele explicou o que estava acontecendo. Neste momento, Angélica se se desesperou. O Joaquim estava gritando muito. Benício estava tenso, mas em silêncio. A Angélica gritava querendo que pousasse”, contou Luciano.

A loira também deu detalhes do momento de tensão: “Eu perguntei pra ele se a gente estava pousando. Ele virou pra mim e falou: ‘a gente está caindo’. Quando eu olhei, os motores estavam desligados. Olhei pra asa e vi ele vi que já estava caindo. Meu filho gritava: ‘não quero morrer, não quero morrer’. Entrei em pânico. O piloto disse que eu também gritava muito, mas eu não me lembro. Só passava na minha cabeça que a gente ia se machucar, depois que ia morrer… Enquanto ele (o avião) estava batendo no chão, era um silêncio na cabine, só se ouvia o barulho das batidas. A lembrança que tenho é que a gente tivesse no fim”.

(Foto:Divulgação)

(Foto:Divulgação)