MA: Equipe de afiliada da Globo é ameaçada durante reportagem

É bastante típico e atual noticiar fatos em que quem noticia, vira o noticiado. Desta vez, o acontecido ocorreu no estado do Maranhão onde uma equipe de reportagem da TV Mirante, que estava gravando a repercussão da fuga feita pelo Nilson da Silva Sousa, detento que fugiu do Presídio São Luís 3 e foi o maior causador de rebeliões feitas em 2010 dentro de presídios no estado por ser o “mandante”.

De acordo com o NT, a equipe teria sido intimidada por agentes penitenciários que teriam cercado os profissionais e retirado seus crachás, e um dos repórteres, o Marcial Lima esteve no momento e viu seu cinegrafista sendo empurrado para que não fossem gravadas imagens. A TV Mirante, que é afiliada a Globo no estado do Maranhão, publicou uma nota de repúdio e classifica como abusiva a atitude dos agentes.

Já a Sejap (Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária) diz que todo o acontecido é um “procedimento de segurança adotado pela administração dos presídios verificar a área externa, bem como checar a identificação de documentos funcionais e pessoais de quem se encontra nas proximidades“.

Mais um típico momento em que quem faz a notícia vira o noticiado. (Imagem: Divulgação/TV Mirante)

Mais um típico momento em que quem faz a notícia vira o noticiado.
(Imagem: Divulgação/TV Mirante)