Luiz Bacci: “O menino de Ouro”

ta-na-tela-band-luiz-bacciLuiz Bacci, 30 anos, é dono de uma carreira impressionante: com 13 anos foi apresentador do “Domingo no Palco”, o segmento infantil do programa “Domingo Milionário” da extinta TV Manchete. Em 2006 ingressou no SBT, onde foi repórter do “SBT Repórter” e “SBT Brasil” e apresentador do “Fantasia”, “Aqui Agora” e “SBT Rio”. Silvio Santos chegou a declarar que ele era o apresentador mais promissor da TV.

Ter ideias boas e ruins é algo normal na televisão. Luiz Bacci, no entanto, teve uma péssima ideia e resolveu levá-la ao ar. O nome dessa péssima ideia é “Tá na Tela” e pode ser vista de segunda a sexta, das 15h30 às 17h, na Band. O programa de Bacci é um prato cheíssimo, transbordante mesmo, para aqueles que acusam o jornalismo de ir de mal a pior.

E tanto era verdade que, em 2010, a Record o arrancou da emissora de Silvio. No canal do bispo Macedo, Bacci se tornou um apresentador esporádico do “Balanço Geral RJ” e do “Cidade Alerta”.Foi quando Marcelo Rezende o apelidou de “Menino de Ouro”. Então Bacci virou apresentador do “Cidade Alerta RJ” e do “Balanço Geral SP”. Depois de três meses no “Balanço” foi contratado pela Band ao peso milionário de uma rescisão calculada em R$5 milhões. Realmente um Menino de Ouro.

Pois bem, e nessa curta e vitoriosa trajetória, eis aqui nosso “golden boy” com um programa que nada tem de dourado ou precioso.

O “Menino de Ouro” passou o programa todo prometendo chocar a plateia

Um conselho para Luiz Bacci: limite-se a reproduzir reportagens sobre a bigamia de homens feios e covers do Zé Ramalho, como foi feito no segundo programa. Caso “Tá na Tela” insista em fazer jornalismo “sério”, é provável que o apelido “Menino de Ouro” seja substituído por “Midas ao Contrário”.