‘Lei do silêncio’ é a ordem da Globo para bailarinas do Faustão

Com um salário menor que um comerciante no centro de São Paulo na faixa de R$ 1.500,00 as bailarinas do Faustão fazem silêncio sobre o caso conhecido de uma bailarina, o que não compensa é ganhar essa mixaria e escutar demais.

Depois de dispensar Carol Nakamura, Ângela Souza e outras dançarinas, a Globo instaurou a “lei do silêncio” no balé do “Domingão do Faustão”. Discretamente, as moças que sobreviveram ao último corte têm sido orientadas a evitar entrevistas e se envolver em escândalos, especialmente depois de que chegou à imprensa a notícia de que uma delas processa o programa por assédio moral.

A ordem agora é uma só: está vetada qualquer exposição da vida pessoal. Dessa maneira, novos escândalos serão evitados.

O clima entre as dançarinas já não andava dos melhores, uma vez que as gravações serão movidas em definitivo para São Paulo. Muitas delas ainda temem perder o posto por não se mudar para a capital paulista.bailarinas do faustão