Jogadoras de futebol da seleção brasileira são assaltadas e feitas reféns em São Jose

Jogadoras da Seleção feminina de futebol

Jogadoras da Seleção feminina de futebol

Seis atletas estavam na casa, entre jogadoras e ex-jogadora da Seleção Brasileira de Futebol e do São José Esporte Clube, foram feitas reféns durante um assalto na casa em que moram na noite desta segunda-feira (12) no Jardim Ismênia, zona leste da cidade. Dois dos três criminosos que participaram do crime foram detidos.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens e uma mulher armados com um revólver invadiram a casa das atletas por volta das 22h40 e as fizeram reféns durante a ação. Segundo a Polícia Civil, uma das jogadoras entrava na casa quando foi abordada pelo trio e feita refém junto com as demais colegas.

A polícia informou que após a ação, os suspeitos fugiram em três veículos das atletas levando documentos pessoais, cartões bancários, jóias, acessórios, cosméticos, calçados, perfumes e eletrodomésticos. A PM foi acionada no fim da noite, logo após a ação, e iniciou as buscas pela região. Durante o patrulhamento um veículo foi localizado na zona leste, região do Galo Branco. Foi feito o acompanhamento do veículo e os policiais conseguiram prender um homem, de 26 anos, e uma mulher, de 24 anos, que foram reconhecidos pelas vítimas.

Após prestar depoimento no 1º Distrito Policial, o suspeito foi encaminhado à cadeia da cidade e a mulher levada para Santa Branca. Um outro carro roubado também foi recuperado pela polícia na região. O outro veículo e o terceiro suspeito não foram localizados. Nenhuma atleta ficou ferida.