Jair Bolsonaro afirma que processará Marcelo Tas por polêmica em matéria no ‘CQC’

Ontem (14) o FanWeb noticiou que o deputado Jair Bolsonaro chegou a ser condenado pela 6ª Vara Cível do Fórum de Madureira, do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) a indenizar em 150 mil reais por conta das declarações homofóbicas e contra a cantora Preta Gil que ele fez em uma entrevista ao ‘CQC’ em 2011.

Ao jornal O Dia, o deputado não aceitou a situação, tanto que desconhecendo a saída de Marcelo Tas ancorando o humorístico, pediu uma retaliação no ar e comentou o caso afirmando que “dei uma entrevista por laptop e ela foi divulgada 43 dias depois. Ele agiu de má-fé, editou a fita. Não estava pensando em fazer isso, mas tendo de volta esse caso, vou processá-lo. Se ele admitir que errou em seu programa, até retiro o processo depois“. Já sobre Preta Gil, ele completa: “A Procuradoria-Geral da República já arquivou o inquérito sobre isso“, e se nega a aceitar a condenação. Tanto Marcelo Tas quanto Preta Gil ainda não deram declarações sobre o que o político afirma contra eles.

O deputado afirma que irá recorrer do caso.  (Imagem: Divulgação)

O deputado afirma que irá recorrer do caso.
(Imagem: Divulgação)