Governo estranha cobertura “ampla” da Record sobre protestos

No último domingo (15) o Brasil foi as ruas e colocou mais de 2 milhões de pessoas para manifestar as diversas questões envolvendo a má administração governamental do país.

Até então tudo bem, mas, de acordo com a revista Veja, a Record, que tem seu proprietário dono da Universal, igreja que tem seu próprio partido, o PRB, tem base aliada com o PT, partido da presidente e que apesar disso, não impediu que o canal evitasse fazer tanta ênfase aos protestos.

Isso foi motivo de discussão as bases aliadas ao governo que acharam infiel que a Record tivesse feita uma cobertura tão extensa sobre os manifestos que eram contra o próprio.

A Record viu o desinteresse dos que ficaram no seu aconchego de suas casas em saber sobre as manifestações na pele.  (Imagem: Reprodução/Record)

(Imagem: Reprodução/Record)