Globo se manifesta sobre declarações da mãe de DG contra Regina Casé: “Não tem fundamento”

Nesta última quinta-feira (20), aconteceu uma mesa redonda organizada na III Semana de Reflexões Sobre Negritude, que tem como principal finalidade, debater o preconceito que existe contra os afro-descendentes. Entre os presentes, estava Maria de Fátima, mãe do dançarino DG, que foi assassinado no início deste ano.

Ao ser questionada por uma pessoa da platéia sobre o acolhimento da Globo após a morte do dançarino, Maria não poupou palavras, afirmou que recebeu um péssimo tratamento da Globo, dizendo que ficou 80 horas acordada esperando a gravação do programa, e que foi censurada pela emissora. Maria ainda aproveitou para detonar Regina Casé, dizendo que a apresentadora chegou a afirmar que nunca quis fazer programa para pobre.

Nesta segunda-feira (24), a emissora resolveu se pronunciar sobre o assunto, e como já era esperado, negou tudo o que foi dito por Maria de Fátima. “A Globo entende a dor de dona Maria de Fátima da Silva, mas as afirmações durante o debate do evento Sernegra não tem fundamento. Dona Maria de Fátima teve e tem todo o apoio da Globo e a solidariedade de Regina Casé e sua equipe”, disse a emissora através de um comunicado enviado à imprensa.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)