Globo é pichada por manifestantes contra série de Miguel Falabela

globo racismoO racismo predominou na TV Globo segundo alguns pichadores, um grupo de mulheres e homens negros realizaram um protesto em frente aos estúdios da Rede Globo. O motivo foi a estreia da série “O Sexo e As Nêga“.

Uma das militantes e ativista do Levante Popular da Juventude de São Paulo disse que o objetivo do protesto é denunciar o racismo produzido pelo canal de tevê. “A gente veio dizer que ‘Sexo e as Nêga’ não nos representa. Não representa porque as mulheres negras têm outro destino que não só a sexualização do seu corpo; e que as mulheres negras se organizam e dizem não para uma tentativa machista e racista da Rede Globo de mais uma vez contribuir com um estereótipo que é dado à mulher negra no Brasil”, explicou.

A moça ainda afirmou que é encessário debater a democratização da mídia, assunto em que a Globo costuma se esquivar. “A mídia, da maneira como ela está, só atende aos interesses de quem quer fazer manutenção do racismo brasileiro”, disse.