Globo 50 Anos: A morte de Eduardo Campos

Chegamos hoje a nossa última matéria em homenagem aos 50 anos da Globo destacando a sua atuação em coberturas jornalísticas dos últimos 15 anos.

Hoje vamos relembrar um trágico acidente que resultou na morte do candidato a presidência Eduardo Campos em plena agenda de campanha.

(Foto: Reprodução/Internet)

(Foto: Reprodução/Internet)

Em 13 de agosto de 2014, o então candidato à presidência da República embarcou em um avião modelo Cessna Citation 560XLS+ de prefixo PR-AFA, cujo primeiro voo havia se realizado em 2011. O avião saiu do Aeroporto Santos Dumont, na cidade do Rio de Janeiro, por volta das 9 hrs, com destino ao município de Guarujá, para cumprir agenda de campanha.

Por volta das 10h, o avião caiu sobre uma área residencial do bairro do Boqueirão, no município de Santos, sem deixar sobreviventes.

Terminava ali de forma trágica a vida do jovem político Eduardo Campos que morreu aos 49 anos e deixou a sua esposa a dona Renata de Andrade e mais cinco filhos. A principio as informações chegavam sobre o acidente eram confusas e imprecisas mas ainda assim a rede Globo noticiou em primeira mão na manhã daquele dia dentro do encontro com Fátima Bernardes que por sua vez não sabia informar se a queda seria de um avião ou um helicóptero e nem tão pouco  sabia-se de que quem estava na aeronave era o presidenciável Eduardo Campos. Somente ao meio dia quando a Globo já tinha entregado a programação para que fosse transmitido os telejornais locais e ainda por volta das 12:32 quando os telejornais locais estavam no intervalo, a Globo fez a sua primeira e tardia intervenção direto da redação do jornal hoje para anunciar que Eduardo Campos poderia está entre as vítimas da queda de um jatinho em área residencial, a partir daí a programação local não voltou mais ao ar e a Globo passou a iniciar a cobertura do acidente que foi sendo complementado com informações a cada hora que passava até a confirmação oficial do acidente, a cobertura especial do Jornal Hoje foi até próximo das 15:00 da tarde daquela quarta feira.

A noite o Jornal Nacional levou ao ar uma cobertura mais completa e abrangente, mostrando as reações de inúmeros lugares com a confirmação de que Eduardo Campos teria falecido naquele acidente, inúmeros chefes de estados lamentaram a morte trágica do político pernambucano em plena a campanha que poderia fazê-lo presidente da república. E esse fato foi muito bem noticiado pela imprensa brasileira com destaque para a rede Globo que foi a nossa homenageada aqui no Famosos na web.

(Foto: Divulgação/Famosos na Web)

(Foto: Divulgação/Famosos na Web)