“Geração Brasil” já preocupa executivos da Globo

A novela de Felipe Miguez e Isabel de Oliveira estreou com péssimos índices de audiência, como você já viu aqui no FNW, mas os dados são ainda mais alarmantes quando a comparação é em relação ao último folhetim assinado pela dupla, que nos bastidores da emissora é considerada como a salvadora da pátria.

“Cheias de Charme” (2012) teve em seu capítulo inaugural. expressivos 35 pontos de média, contra irrisórios 22 pontos de média índice menor do que o de todas as suas antecessoras em capítulos de estreia “Além Do Horizonte” (2013) teve 24 pontos de média, já “Sangue Bom” (2013) obteve um índice similar ao que é exigido pelo horário 28 pontos de média, sendo que a meta da faixa é de 30 pontos.

Em pouco mais de dois a emissora perdeu 13 pontos com sua segunda principal novela, jogando assim a média dos programas seguintes sempre para baixo, até mesmo o telejornal local “SPTV” bate constantemente as novelas das sete, sendo que é o produto que a antecede e em via de regra deveria ter uma audiência inferior ás comédias veiculadas na faixa que vem antes do “Jornal Nacional”.