Faustão faz duras criticas sobre a corrupção na Copa

Faustão

Faustão

O apresentador Fausto Silva aproveitou a presença do cantor Zeca Pagodinho, o sambista Martinho da Vila e do rapper Marcelo D2 e fez duras críticas a políticos e organizadores da Copa do Mundo, que será realizada entre os dias 12 de junho e 13 de julho no Brasil.

“Zeca Pagodinho que também é solidariedade. Quando precisaram dele nas enchentes, ele ajudou. Aliás, nem consertaram lá, né?”, quis saber o apresentador, sobre a recuperação das cidades da Baixada Fluminense, atingidas por enchentes em janeiro de 2013. “O Brasil que vai organizar a Copa do Mundo. Não consegue nem com 5 cidades”, entrou no assunto Fausto Silva, durante o “Domingão”, deste domingo (1).

O apresentador prosseguiu com as críticas, mas pediu uma trégua à população brasileira em relação às manifestações. “O Brasil convidou mais de 600 mil estrangeiros. Já que a bagunça já está feita, vamos esperar passar a Copa do Mundo, e depois o pau come de novo. Vamos resolver entre a gente”, resumiu. “Já que vamos fazer, vamos tentar fazer o melhor possível. A minha avó dizia ‘roupa suja se lava em casa’ Muita gente já sabe que é o país da corrupção e da incompetência. Vamos deixar passar a Copa”, pediu Fausto Silva.

“O Brasil dentro de campo é uma coisa. O Brasil fora é outro. O povo já percebeu. [Mas] o Brasil precisa ganhar a Copa da Educação, da Saúde, contra o preconceito”, avaliou.

Zeca Pagodinho, Martinho da Vila e Marcelo D2, que estavam no programa, apoiaram as palavras do apresentador da Globo. “Na hora que acabar, aí, sim”, disse Martinho da Vila.