Fátima Bernardes e Ana Maria Braga se reúnem para ter uma conversa

Início desse mês. Fátima Bernardes apresentava os convidados do ‘Encontro’, programa da Rede GLobo, quando se deu conta de uma presença inesperada. Era Ana Maria Braga, munida de uma cesta com coxinhas para presentear a ‘vizinha’ das manhãs da Rede Globo. Dias depois, foi a vez de Fátima Bernardes aparecer no ‘Mais você’, programa também da Rede Globo, com uma caixa de brigadeiros feitos por ela, uma receita especial do avô do marido e apresentador do ‘Jornal Nacional’, jornal da Rede Globo, William Bonner.

“Fiquei emocionada com a surpresa”, disse Ana Maria Braga em um novo encontro com Fátima. Ana Maria afirmou que sua visita foi resultado de um trabalho de espreita: – “Eu levei as coxinhas porque acho que a Fátima come pouco”, diverte-se Ana Maria Braga. Fátima Bernardes respondeu: – “Pura ilusão”.

E a apresentadora do ‘Mais você’ prossegue, explicando que come às 9h45, quando começa seu programa de culinária.

“Mas o horário do programa dela é ingrato (10h50). Aí eu fico com pena, porque, às vezes, vai comida lá, mas umas coisas de que ela não gosta. Comecei a investigar o que ela comia. Achei que ela fosse gostar dessa coxinha, que não tem massa, só recheio, mas não tinha certeza. Mas não podia falar com o William, né? Porque precisava de segredo”.

E Ana Maria Braga acertou em cheio, Fátima Bernardes adorou a coxinha. E Fátima Bernardes ficou empenhada em agradar a Ana Maria Braga com seu doce:

Deu um certo nervosinho (risos). Quando eu estava fazendo o brigadeiro, ele começou a querer empelotar, e eu pensei: “Ele não vai empelotar de jeito nenhum. Imagina se a Ana Maria pega um pedaço duro?”.

O brigadeiro de Fátima Bernardes ficou muito bom. Mas a missão não estava cumprida. Fátima, que apresentaria seu programa uma hora depois, fez a reunião do dia com a equipe numa sala da casa do ‘Mais você’, para esperar o momento de “invadir” o estúdio da colega. Ana Maria Braga conta como foi enrolada por sua produção:

“Estávamos no último bloco, e a Vivi (De Marco, diretora geral da atração) falou no ponto: “Tem várias coisas para chamar antes de o programa acabar”. E eu disse: “Gente, não vai caber. Vocês perderam a noção do tempo?”. Fátima entrou na hora certinha, eu já ia chamar outra matéria”.

Ambas à frente de programas ao vivo, elas têm relação estreita com o relógio. Para comandar o ‘Mais você’ às 9h, Ana Maria acorda às 4h30 e às 5h50, já está no Projac.

“Chego, tomo café, experimento o figurino, me maquio um pouco porque, né? Tem dia que parece noite (risos). Depois, eu e minha equipe lemos as notícias dos jornais para ver se há algo a repercutir, afinamos as matérias que vão ao ar, é muita correria. Quando termina o programa, fazemos uma reunião de avaliação e para definir a edição do dia seguinte”, disse Ana Maria Braga, afirmando que é uma correria para tudo dar certo.

Fátima Bernardes acorda  um pouco mais tarde, às 6h, ainda “muito cedo” para ela. Toma café “com as crianças” (os trigêmeos Laura, Vinicius e Beatriz, de 17 anos) e segue para os estúdios da Rede Globo, onde começa a trabalhar às 7h.

“Primeiro, dou uma lida no roteiro do programa do dia. Meu cabelo é feito enquanto eu preparo umas fichas com as informações de que vou precisar, que eu gosto de escrever à mão, e a maquiagem eu faço em seguida. Às 9h30, tem uma reunião para especificar as entradas dos convidados, faço uma chamada ao vivo dentro do ‘Bem estar’ e, após o programa, almoço com a equipe e seguimos para uma reunião sobre as próximas edições”.

Para Ana Maria Braga e Fátima Bernardes que cedo madrugam, ter vida social durante a semana é difícil.

“Quando apresentávamos o “Jornal nacional”, eu e William jantávamos fora ao deixar a redação. Hoje em dia, só sábado e domingo, porque, durante a semana, ele chega depois das 22h, e eu não consigo acordar às 6h se sair de casa nesse horário”.

– “Você aguenta bem se fizer isso um dia. Dois não dá porque pesa. Você fica uma pessoa indigesta, não rende a mesma coisa, o cansaço transparece”, completou Ana Maria Braga.

Para que as pautas do programa de uma não se repitam na atração da outra, há uma comunicação entre as produções, tipo uma reunião.

– As nossas equipes se falam. Às vezes, a gente tem a mesma ideia, conversa e decide junto: “Esse assunto parece mais com o ‘Encontro’, esse outro, com o ‘Mais você’”.

A conversa entre Ana Maria Braga e Fátima Bernardes é fluida, em clima de comadres ou de vizinhas de cidade pequena.

“Sou do interior (São Joaquim da Barra, em São Paulo) e, nesses lugares, é muito comum você levar um bolinho de fubá à tarde para a vizinha”, comentou Ana Maria Braga, que, no Rio de Janeiro, mora em um apartamento em São Conrado.

Fátima nasceu em Vaz Lobo e crescida no Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro, Fátima Bernardes se identifica com esse clima de intimidade na vizinhança: – “No subúrbio, você também tem isso. Minha mãe devolvia vasilhas sempre com alguma coisa dentro”.

A relação de Fátima e Ana Maria com comida, aliás, é de alguma parcimônia. Apesar de fazer todas as refeições, Fátima admite:

“Fico ligada no peso. Até porque a TV aumenta a gente. Quando quero emagrecer, diminuo o carboidrato. E diminuí muito a lactose” afirmou a apresentadora Fátima, que perguntou à comadre, Ana Maria: – “E você, come? É tão magrinha…”.

“Como pouco, aprendi. Como de manhã, nos testes de comida do “Mais você”, nas reuniões de criação da cozinha. E almoço quando chego em casa, por volta das 18h. Como eu não tenho filho aqui (os filhos dela, Mariana e Pedro, moram em São Paulo), nem marido, posso me dar ao luxo de não ter rotina para as refeições”, respondeu Ana Maria.

E a boa forma de Ana Maria Braga já aos 66 anos ela mantém “andando de bicicleta, caminhando e fazendo alongamento em casa”. Já a apresentadora do programa ‘Encontro’ Fátima Bernardes, que está ótima aos 52, faz aulas de jazz.

“Achava que nunca mais iria dançar. Fiquei 20 anos sem fazer uma aula. Voltei em 2013, após ver a apresentação de uma turma de adultos no espetáculo da escola de jazz onde minha filha Laura dança. Minha turma volta à adolescência, faz bagunça. É um elo diferente, como um sonho que ficou no passado. Agora faço aula para dançar e dar pinta. Isso me tira do mundo”, comentou Fátima Bernardes, que foi bailarina por 17 anos.

Já Ana Maria Braga disse que um de seus maiores prazeres é ficar com os netos, Bento, de 3 anos, e Joana, de 4: – “Os netos nascem, e você sente falta de ver crescer. E eu fico com ciúme da outra avó do Bento, por exemplo. Sei que ele me ama, mas chego lá (em São Paulo) e vejo que ela tem uma intimidade com ele que eu não tenho, porque ela dorme lá durante a semana. Sinto falta de estar mais perto, mas não nasci para ser essa avó de ficar na função. Minha ansiedade não permitiria”.

Já Fátima Bernardes contou não ter ciúme dos seus trigêmeos:

“Não sou ciumenta. Meu filho está namorando há dois anos, eu adoro. Penso: “Estou criando um filho que já desperta amor numa outra pessoa, olha que legal!”. Me dou muito bem com a minha nora, ela é muito bonitinha, muito querida”.

A forma carinhosa como Fátima Bernardes se refere à nora se repete quando ela menciona Ana Maria Braga: – “Admiro demais a autenticidade da Ana, a verdade com que ela faz o programa. E isso é muito bom, o público confia”.

Fátima Bernardes afirmou que não teve medo de assumir um programa de entretenimento nas manhãs da Rede Globo, então dominadas pela apresentadora Ana Maria Braga.

“Eu tinha muita vontade de que a gente fosse complementar. E o início é difícil. Me preocupei muito comigo mesma, em ir devagar, um passo de cada vez, fazendo as coisas do meu jeito”, afirmou Fátima Bernardes.

Ana Maria Braga diz que Fátima Bernardes ‘foi muito bem vinda’ e retribui o carinho da comadre:

– “Não tem como não admirar uma mulher que concilia a vida profissional e a familiar tão bem. E ela sempre foi bem informada, marca posição em relação às coisas. É uma moça boa, tem futuro (risos)”, disse Ana Maria Braga.

Ana Maria e Fátima na cozinha do 'Mais você'

Ana Maria e Fátima na cozinha do ‘Mais você’