Ex-vocalista do ‘Cheiro de Amor’ trava disputa judicial contra empresários da banda

  A cantora Alinne Rosa resolveu processar os responsáveis pela banda ‘Cheiro de Amor’ por conta de uma possível “ilusão” feita à cantora sobre propostas para crescer sendo vocalista da banda.

  O colunista Léo Dias afirmou que a cantora saiu da banda após não ver “o barco andando” e resolveu entrar na justiça contra os empresários Luiz Cláudio Souza, Marcelo Frisoni e Duilio Monteiro, todos donos da LCS assessoria e Eventos que são os responsáveis pela banda.

  Os empresários não deixaram impune e travaram disputa também contra Alinne que, em decisão publicada no Diário da Justiça, foi bloqueado 49% de todos os rendimentos em cachês da cantora inclusos os lucros que ela terá neste carnaval e caso Alinne não cumpra, foi determinada uma multa diária de 10 mil reais para a cantora.

  Em resposta a coluna de Léo que entrou em contato com a assessoria de imprensa da cantora Alinne Rosa, afirmou que “A medida liminar, veiculada no ‘Diário Oficial’ no dia 3 de fevereiro, foi deferida precipitadamente e será objeto de recurso a ser manejado perante a Instância revisora — Tribunal de Justiça da Bahia, com base de que a cantora, Alinne Rosa, fora vítima de grave dano a sua carreira e imagem devido à gestão da empresa ré, LCS”.

alinne-rosa-solo

(Imagem: Divulgação)