Ex-diretor da Globo aparece como vilão em musical sobre Chacrinha

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Pedro Bial e Rodrigo Nogueira estão escrevendo o espetáculo “Chacrinha, o Musical”, que estreia nesta próxima sexta-feira (14), no Teatro João Caetano, no Rio de Janeiro. A peça tem um orçamento de aproximadamente R$ 12 milhões.

O espetáculo, que retrata a carreira de Chacrinha na TV, tem alguns fatos curiosos. Um deles é a representação do ex-diretor artístico da Globo, Boni, como vilão na história. “Nesta peça, dois gênios ficam frente a frente, o Chacrinha e o Boni. Há um antagonismo e o grande antagonista do Chacrinha é o Boni na peça. Ao mesmo tempo que Boni brigava com ele, foi Boni que reconheceu a genialidade do Chacrinha, diz Pedro Bial.

O apresentador do “Big Brother Brasil” na Globo, também revela que foi pedir a pessoalmente a permissão de Boni para retratá-lo no musical. Para sua surpresa, o ex-diretor deu o aval e ainda escreveu algumas cenas do espetáculo. “Conversamos com o Boni, passamos o texto e o que foi que aconteceu? O Boni escreveu três cenas. Ele virou um coautor também”, afirma Bial.